Associação Nacional de Direito ao Crédito

Associação Nacional de Direito ao Crédito

O microcrédito na Europa

Apesar da percentagem reduzida que na Europa Ocidental os beneficiários do microcrédito representam, em relação ao total dos beneficiários a nível mundial, o movimento do microcrédito na Europa tem vindo a assumir cada vez maior importância, tanto em termos de beneficiários, como de países e instituições envolvidas. É de sublinhar que a grande maioria das organizações europeias centram as suas atividades não, apenas, em atividades de microcrédito mas, também, em outras atividades da microfinança.

Se aos países da Europa Ocidental adicionarmos os da Europa de Leste e da Ásia Central atingimos, já, a percentagem de 2,6%, o que mostra bem a vitalidade que nos países saídos do anterior Bloco de Leste o microcrédito tem vindo a assumir.

As manchas de exclusão crescentes, constatadas e a precariedade das condições de trabalho que se afirmam com cada vez maior intensidade, antecipam que o trabalho do microcrédito tem ainda muito para crescer, também, na Europa.

As duas principais organizações de instituições europeias do microcrédito são a Rede Europeia de Microfinança e o Centro de Microfinança. São fóruns de intenso debate de aprofundamento dos caminhos do microcrédito, de troca de experiências sobre as práticas levadas as cabo pelos diferentes profissionais e de consensualização de pontos de vista a fazer valer, quer junto de governos quer de instâncias internacionais.

» ver texto de Manuel Brandão Alves, "Microcredit in Portugal", in Handbook of Microcredit in Europe: Social Inclusion Through Microenterprise Development, 2010